top of page
17.png

O que esperar do Comex em 2023

Atualizado: 16 de jan. de 2023

Os últimos meses foram de grandes mudanças para o setor comercial internacional. Guerras, pandemia, eleições, copa do mundo, acabaram influenciando a forma como o Brasil e o mundo atuam no comércio exterior.

Pensando em tudo isso, o mercado brasileiro está diante de um novo cenário, incluindo a mudança de direcionamentos governamentais que é comum quando há uma mudança de um governo para o outro.

Por isso, a PortCo analisa a conjuntura atual para tentar entender o que podemos esperar para 2023.

Para isso, analisamos do contexto global até o nacional.

Situação global no comex

Para começar nossa análise, falaremos sobre 3 regiões que podem influenciar muito o comércio mundial e consequentemente o nacional: Estados Unidos da América e a política monetária do Fed; Europa dividida em 2 partes: a política monetária do Banco Central Europeu e a guerra na Ucrânia; China e sua política de Covid Zero, além da orientação de sua política econômica.

Começando pelos EUA e sua política monetária do Fed. A taxa básica de juros de 2022 chegou a 4,25% e acima de 4,5% para o ano que vem.

Isso pode afetar o Brasil negativamente, já que juros globais maiores tendem a ser um risco maior para países mais endividados (caso da economia nacional).

Porém, nem tudo é ruim. Por um lado, as importações que não possuem incentivos fiscais serão prejudicadas pela desvalorização do real, as exportações podem aproveitar o momento.

Já no caso da Europa, a guerra foi um fator que afetou muito o continente europeu.

Analisando essa situação economicamente, há uma grande preocupação com uma possível crise energética, chegando até à possibilidade de um corte de suprimento de gás para a Europa.

Por último, a China ainda é uma incógnita para o ano que está por vir e é o país o que pode causar maior impacto para o Brasil, já que é o principal parceiro comercial (mais de 31% das exportações brasileiras em 2021 tiveram como destino a China). Porém, a política de Covid Zero pode impactar o crescimento nas exportações e no consumo interno, o que poderia nos afetar indiretamente.

Situação brasileira

Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o agronegócio brasileiro deve ser o principal setor exportador. A estimativa é de que haja uma produção de mais de R$ 150 milhões de toneladas

Além disso, devido a instabilidade europeia, o Brasil pode obter bons resultados no mercado externo.

Se você precisa de uma parceira especializada em comex, conte com a PortCo. Somos uma empresa especializada em transporte internacional multimodal e atendemos importações e exportações marítimas, aéreas e rodoviárias.

Entre em contato e veja como podemos auxiliar o seu negócio.

bottom of page